Os brasileiros estão em quarto lugar no ranking mundial dos internautas que ficam conectados por mais tempo. Em média, permaneceram on-line por dez horas e 22 minutos em julho, segundo o instituto Ibope eRatings. Vieram atrás apenas de Hong Kong (16 horas e oito minutos), dos Estados Unidos (11 horas e 57 minutos) e do Japão (dez horas e 40 minutos) – e ficaram à frente de todos os países europeus. “As pessoas acrescentam mais atividades à rotina on-line: acessam o banco, fazem compras e lêem notícias”, diz Alexandre Magalhães, analista do Ibope eRatings. O fenômeno tem várias explicações, que vão das afinidades culturais com os EUA, a pátria da internet, ao crescimento da conexão de banda larga e à grande quantidade de jovens no país.

mdigital1.jpg