Bem, se você tem vontade de aprender a fazer isso, sua hora é agora – e com um software grátis!Clique aqui para baixar o Paint.NET. Durante a instalação (bem simples), pode ser apresentada uma mensagem indicando que você precisa do Microsoft .NET Framework 2.0. Clique no link e faça o download e a instalação sem receio.

Como eu disse na sexta passada (19), passei o feriado em Belo Horizonte, por isso vou usar as fotos que tirei lá para ilustrar a coluna. Leitores de BH, parabéns. A cidade de vocês é espetacular!

Entendendo a ferramenta

O Paint.Net é bem simples, intuitivo e totalmente em português. Ao abri-lo, aparecem todas as janelas de funcionalidades existentes. Porém, poucas são realmente eficientes.

A janela de ferramentas contém as ações de selecionar uma parte da imagem com um retângulo, com um circulo ou com laço. Opções de mover a área selecionada, zoom, balde de tinta, lápis de desenho livre, ferramenta de texto e desenho de áreas: retângulo, elipse, entre outras.

A janela de camadas serve para você controlar as camadas da sua edição. De uma forma bem simplista, camadas são como folhas de transparência (daquelas que usamos em projetores) que podem ser adicionadas sobre uma imagem. Assim, fica mais fácil compor duas imagens ou adicionar elementos (textos, por exemplo) a nossas fotos.

A janela de cores é uma paleta com uma matriz de cores. Você pode selecionar ali a cor que vai aplicar a um texto ou a uma área que deseja pintar na foto.

A janela de histórico serve para controlar as ações feitas. Caso você queira voltar alguns passos por não ter gostado do resultado, use-a.

Agora vamos a parte prática!

Fase 1 – ações simples
Deixar a imagem menor (em pixels)
· Abra a imagem
· Clique no menu Imagem, seguindo até a opção Redimensionar;
· Você pode escolher entre reduzir a imagem por percentual (90% do original, por exemplo) ou em pixels (por tamanho absoluto). Caso selecione esta opção, recomendo assinalar o campo “manter a taxa de proporção”, o que evita a distorção de sua imagem;
· Após selecionar o novo tamanho, clique em OK.

Deixar a imagem em tons de cinza (preto e branco) ou com ar de envelhecida
· Abra a imagem;
· Clique em Ajuste e selecione a opção Preto e Branco ou Sépia (envelhecida);
· Clique em OK.

A imagem ao lado mostra, respectivamente, a foto original, em tons de cinza e com ar envelhecido. A propósito, a grama é do estádio Mineirão.

Alterar a luminosidade da imagem
· Abra a imagem;
· Clique em Ajustes;
· Clique em Brilho e Contraste;
· Altere as propriedades de Brilho e Contraste. As alterações podem ser notadas diretamente na imagem. Quando atingir o ponto desejado, clique em OK.

Essas dicas foram simples, não é? Agora vamos fazer algumas coisas mais legais.

Eliminando elementos indesejáveis

Em algumas fotos encontramos elementos indesejáveis, mas a maioria pode ser removida sem grande impacto na veracidade da imagem. Uma ferramenta muito importante para executar essa ação é o selo de clonagem (ícone de carimbo na janela de ferramentas), que serve para copiar uma área da imagem para outro lugar.

Na foto abaixo, veja a placa “não ultrapasse: gramado”. Poxa, eu visitei o Mineirão, mas não pude pisar na grama porque era dia de jogo! A foto foi tirada do banco de reservas! Vamos tirar essa placa?

A ferramenta funciona assim: ela copia uma área de foto pré-selecionada para outra área. Assim, podemos sobrepor o elemento indesejado.

· Selecione a ferramenta de selo de clonagem (ícone de carimbo na janela de ferramentas);
· O primeiro passo é escolher uma área da imagem que se encaixe no lugar da placa – no meu caso, todo o chão é grama, então posso usar o gramado logo ao lado da placa. Mantendo a tecla CTRL pressionada, clique na área que será usada para clonagem.
· Depois, passe o mouse, segurando o botão direito pressionado sobre a área que quer esconder – no meu caso, a placa.

.Você irá notar que um circulo irá aparecer sobre a área de origem, copiando o conteúdo para o destino. Para facilitar o entendimento, observe a imagem ao lado. Note a seta vermelha (ela mostra a origem) e a amarela (que mostra onde eu estou apagando a placa).
· Algumas vezes, será necessário mudar a área de origem. Você pode mudar quantas vezes quiser, até obter o resultado esperado. No meu caso, ele pode ser visto logo abaixo:

Mesclar fotos

Dica: entendendo como o Paint.NET lida com mais de uma imagem aberta:
O Paint.NET permite que você tenha várias imagens abertas. Para alternar entre elas, use a ferramenta existente na parte superior esquerda. Ao clicar sobre uma imagem, ela fica disponível para edição.

· Crie um documento Novo. Para uma composição de fotos ficar nítida, é recomendado que o tamanho da imagem tenha pelo menos 400×400 pixels.
· Clique em Camadas no menu superior e em Importar de arquivo;
· Selecione o arquivo desejado e clique em OK
· Repita esses passos para todas as fotos que deseja inserir na composição. Note que cada uma delas ficará em uma camada diferente.
· Você poderá editar apenas a imagem que está na camada selecionada. Para mover ou editar outra imagem, clique sobre a camada correspondente.

A partir daí o que conta é a sua criatividade. O menu Filtros tem uma série de efeitos interessantes que podem ser aplicados a cada uma das camadas.
Você pode criar uma camada, colocá-la abaixo de todas as outras (existem duas setas na janela de camadas para reposicioná-las acima e abaixo) e aplicar um efeito degradê, que existe na janela de ferramentas.

Com essas dicas iniciais, você pode fazer muitas mudanças e edições em suas imagens. Basta vasculhar os menus do programa para descobrir outras inúmeras funcionalidades e possibilidades.